Nova lei da aposentadoria de 2015, o que muda?

Desde 2015, algumas leis mudaram para quem ainda não se aposentou. A nova lei da aposentadoria prevê que o contribuinte poderá abrir mão do fator previdenciário e optar pela nova formula, conhecida como 85/95. Você sabe o que isso significa? A nova fórmula prevê que para receber a aposentadoria integral, o trabalhador precisa somar sua idade com o tempo de contribuição, sendo que a soma deve resultar 85 para as mulheres, com no mínimo 30 anos de contribuição e 95, no caso dos homens, com 35 de contribuição. Já o fator previdenciário prevê que o valor do benefício é reduzido para os contribuintes que se aposentam por tempo de trabalho antes de 65 anos para homens e 60 para mulheres, sendo que é levada em conta o tempo de contribuição, expectativa de vida e um fator de multiplicação (0,31).

Para obter aposentadoria integral existe um novo cálculo baseado em pontuações aumentando a cada ano.  Por exemplo, o cálculo que hoje é 85/95, em 2018 passa para 86/96, em 2022 para 87/97, em 2022 para 88/98, em 2024 para 89/99 e 2016 para 95/85. Esse aumento se deve exatamente devido ao aumento da expectativa de vida. Resumindo, se um homem completar 60 anos e 35 de contribuição, ou seja, 95 pontos precisará de mais um ponto para se aposentar. Com a exceção de professores, que ganham 5 pontos na soma.

2013-08-09-aposentados

A nova fórmula leva em conta a expectativa de vida do beneficiário, pois a mesma vem crescendo muito nos últimos anos, resultando no aumento de anos em que o contribuinte receberá a aposentadoria. Mas a mudança tem alguns benefícios para quem começa a trabalhar mais cedo e atinge a idade mínima para aposentadoria.

Muita gente ainda acha que é necessário ter 85 ou 95 anos para se aposentar, causando um certo pânico. Mas na verdade é a soma da idade com o tempo da contribuição. Ou seja, se um homem tem 60 anos e 35 de contribuição, já pode se aposentar, pois a soma dá 95. Não importa a idade e sim a soma, porém o tempo de contribuição deve ser 30 e 35, no mínimo. Um exemplo prático é uma mulher que tem 50 anos e 35 anos de registro em carteira. Ela já pode se aposentar, pois completou 85 na conta da nova regra. E um homem com 55 anos de idade e 40 de contribuição também pode se aposentar, pois completou 95.

Para tirar dúvidas a respeito da nova fórmula, basta acessar o site da Previdência (www.dataprev.gov.br) ou ligar para 0800-780191 ou procurar um posto de atendimento da Previdência Social.